sexta-feira, 20 de junho de 2014

Sentei-me no banco de uma rua.. Nem medo conseguia sentir, mesmo estando numa rua de Barcelona, já de noite, sozinha.
A tristeza era maior que isso.
Vi um casal abraçado a passar diante de mim. Olhei-os fixamente e senti uma lágrima cair. Tu ias casar, dali a dois dias ias casar. E eu não podia fazer nada. Não podia nem queria. Se ficasses comigo que fosse por vontade própria...