terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Sobre ambientes os ambientes profissionais e as mulheres...

Um dia, ainda na outra empresa onde iniciei a minha carreira profissional um dos meus superiores disse:
- A Catarina um dia irá ter muitos problemas a nível profissional, por ser uma mulher bonita e com personalidade. Sempre que encontrar mulheres do outro lado da linha vai encontrar dificuldades.
Isto foi dito num almoço de colegas, a uma sexta-feira, e eu pensei que isso poderia acontecer mas era na minha cabeça uma hipótese muito remota.

Não foi preciso passar muito tempo para sentir na pele aquilo que me tinham dito. Troquei de empresa em Julho deste ano e desde logo senti dificuldades. A minha parceira de trabalho começou desde logo a "sabotar" o meu trabalho ao não me explicar o funcionamento da empresa, ao não comunicar comigo sobre aquilo que tínhamos em comum para trabalhar.
Confesso que me venceu pelo cansaço, não consegui ir contra ela até porque sabia que era uma batalha perdida. Ela era e é a preferida do patrão.
Ponderei todos os componentes e preferi seguir caminho e procurar uma empresa onde não houvesse destes filmes - pelo menos tão flagrantes com a cooperação do patrão.

Estou à um mês aqui a dar o tempo à casa determinado por lei, e para falar português correcto estou aqui apenas e só a cumprir calendário. Pois que até aqui me deparo com a inveja. A própria da contabilista que sabe que só estou aqui porque a lei me obriga fez questão de tecer comentários do tipo "olha como ela trabalha"!.

Tudo isto para dizer que pessoas que se sentem ameaçadas tendem a ter este tipo de comportamentos para com quem chega de novo. Quer seja por insegurança profissional, quer seja por insegurança a nível pessoal ou físico.

O meu conselho?
Não deixem de ser quem são por causa de pessoas assim. Mantenham-se firme e fiéis a vocês próprias/os e mostrem exactamente isto: