quinta-feira, 11 de maio de 2017

Sobre Portugal ser um estado laico e as tolerâncias de ponte aos funcionários públicos

Todos sabemos que já há muito que as atenções estão todas no facto de o Papa Francisco vir a Portugal ao 13 de Maio em Fátima.
Concordo que assim o seja, concordo com todas as medidas de segurança estão a ser tomadas, concordo que é de facto enorme o que está a acontecer - não é todos os dias que recebemos o Papa.
O que eu não concordo é que tenha sido dada tolerância de ponto aos funcionários públicos. Mas porquê? Afinal não é Portugal um estado laico? Porque é que hão-de os funcionários públicos ficar em casa no dia anterior à vinda de sua santidade? Vão todos a Fátima? E os funcionários do privado? Também não tem direito?
Se a fé é assim tanta para lá quererem ir vão nem que seja durante a noite, afinal será assim que os funcionários do privado terão de fazer!!

Não é que eu tenha alguma coisa contra os funcionários públicos, que não tenho. Tenho é contra quem os privilegia desta forma - o estado. 
É que se é para os funcionários do estado irem a Fátima e por isso tem o dia de folga, então que tragam uma prova de como lá foram. Que tragam um papelinho da diocese, qualquer coisa.
É que com isto tudo, há muitos trabalhadores do privado que vão ter de ficar em casa porque as escolas vão fechar e não tem com quem deixar os filhos entre outras coisas.


E vocês, qual é a vossa opinião sobre isto?