sexta-feira, 30 de junho de 2017

Uma história de amor, num sitio encantado!

Há sítios que são especiais.
Pelo sítio em sí, pelos momentos que lá se viveram, pelos começos, pelas pausas, pelos recomeços.

É uma história dessas que vos trago hoje através de fotografias.

Não vou falar muito. Vou apenas dizer-vos que nos deixamos fotografar no sítio que sempre foi especial para nós; Bom Jesus do Monte pelas objectivas do Paulo e da Luísa da Lovely Moments.

E antes de passar para as fotos, deixem só dizer-vos que o Paulo e a Luísa são super boa onda e nos deixaram super a vontade.


amor


amor


amor


amor


amor


amor


amor


amor

amor


amor


amor



amor


Adorei o resultado, mas se fosse hoje, acho que desfrutaria muito mais da experiência.

Para quem quiser contactar a Lovely Moments aqui ficam os contactos e os links:

Site:http://www.lovelymoments.net/
Blog:http://blog.lovelymoments.net/
Facebook:https://www.facebook.com/lovelymoments.net/
Instagram:https://www.instagram.com/lovly.moments/
E-mail: geral@lovelymoments.net





 


Podemos parar, por favor?

Já é velha a história de que nós mulheres somos sempre más umas para as outras.
Por muito que me custe reconhecê-lo não há mais nada a fazer. É verdade. Somos mesmo.
Exemplo disso é a polémica que está instalada entre a Carolina Deslandes e a Maya. Isto porque a Carolina teve a coragem - porque é preciso tê-la - de se mostrar em roupa interior 1 mês depois do nascimento do 2º filho.
A Carolina mostrou-o para que se pare com aquilo que depois dessa publicação aconteceu.
A Carolina foi criticada por uma mulher porque ao fim de 1 mês o seu corpo ainda não recuperou da gravidez do seu pequeno Benjamim.

Eu não sou mãe, ainda, mas já lidei com algumas grávidas. Muitas delas tiveram a felicidade de voltar rapidamente ao corpo que tinham, outras nem por isso. Cada corpo é um corpo, cada mulher é uma mulher.
Porque é que teríamos todas de voltar ao corpo que tínhamos rapidamente? Porque é que a sociedade tem de olhar de canto e apontar o dedo a quem não o consegue com tanta facilidade?

A Carolina teve duas cesarianas num espaço de 11 meses - disse ela. O corpo dela está a demorar a ir ao sitio. Desde que isso não interfira com a saúde dela, qual é o problema?
Ninguém tem de ser igual a ninguém e é importante relembrar que a nossa liberdade termina quando invade a do próximo. Ora, ao opinar como opinou a Maya está a invadir a liberdade da Carolina em deixar o seu corpo levar o seu tempo.
Possivelmente não correu para o ginásio para o corpo ir logo ao sitio,mas... isso é uma opção dela certo??

Que este exemplo sirva para pararmos um bocadinho e pensarmos em como somos evasivas e preconceituosas umas com as outras. Como muitas das vezes criticamos sem pensar se vamos magoar ou deitar abaixo.

Quanto à Carolina, parabéns pela coragem!!





parar

Yeahhh!!





Bom dia!
É sexta-feira gente gira!!

quinta-feira, 29 de junho de 2017

It was not so adorable

Se há uns tempos atrás a hashtag #salvadorable foi bastante usada quando falavamos de Salvador Sobral, ontem não foi assim tão adorável a atitude que ele teve no concerto solidário no Meo Arena.
Achei triste que por momentos o Salvador que tinha tudo para fechar aquele concerto com chave de outro, com uma música que pôs um pais inteiro a adorá-lo, tenha preferido fazer uma piada parva, que a meu ver demonstra uma falta de humildade enorme já não falando da falta de noção. Aquele momento não era dele, não era sobre como as pessoas reagiam a ele pelo carinho que lhe tem.

O Salvador entretanto já veio redimir-se na sua página do facebook, mas sinceramente aos meus olhos vale o que vale.
Teria sido bem melhor ter feito apenas aquilo pelo qual tantos lhe batem palmas: cantar.

Bom dia!

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Foi lindo!!

O mote estava dado. Meo Arena, 27 de Junho, Juntos por todos!! Foi esta a forma encontrada para ajudar as vitimas de Pedrógão Grande que ficaram sem nada. 25 artistas reunidos no mesmo palco, com transmissão em directo pelas 3 estações de televisão em simultâneo assim como nas rádios. E os portugueses responderam e bem à chamada. O Meo Arena estava cheio. Cheio de pessoas. Cheio de amor. Cheio de donativos.

Foi bonito ver tanto amor, tanta solidariedade junta. Foi bonito não haver empresas em cima do palco.
Arrecadou-se 1 milhão de euros para ajudar as vitimas do incêndio.

Que seja a ajuda que aquelas pessoa precisam para se reerguerem.

Mais uma vez mostramos que somos solidários, que quando é para ajudar estamos cá todos.

Que lindo que foi Portugal!!





Bom dia!

terça-feira, 27 de junho de 2017

O cuidado de ter umas mãos...cuidadas!

Dei por mim a pensar hoje neste assunto.
Para quem, tal como eu, lida diariamente com muita gente sabe que às vezes os apertos de mãos podem ser inibidores de alguma coisa.
Vejamos ninguém gosta de apertar a mão a alguém que não tenha umas mãos cuidadas.
Acontece-me isso com um fornecedor que tem um calo numa mão enorme e que me incomoda bastante cada vez que o cumprimento.
Cada vez que ele cá vem e o tenho de cumprimentar , custa-me e logo de seguida vou lavar as mãos. Fico com uma sensação estranha se não o fizer.
É tão incomodativo ao ponto de cada vez que ele cá vem e me ligam da recepção eu pedir para dizerem que não estou e que deixe o que tem a deixar.

Por isso, é importante que homens e mulheres tenham atenção ao aspecto. É o primeiro aspecto a ter-se em conta quando e trabalha com alguém. Por muito que achemos isto fútil, o aspecto conta e muito.

Por isso já sabem, atenção ás mãos, ponham sempre um cremezinho e cuidado com os calos!!



Bom dia!

segunda-feira, 26 de junho de 2017

O prazer de mal dizer

Se é verdade que o povo português quando é preciso ajudar em cenários de catástrofe está sempre pronto, por outro lado também é verdade que no dia a dia normal tem um prazer enorme em mal dizer.
Em criticar só porque sim .
Em fala só para não estar calado mesmo que não saiba do que está a falar.
Aconteceu-me ontem quando alguém que lido frequentemente fala sobre uma marca que conheço bem e fala sobre o facto de ser cara e não se justificar. Perguntei-lhe se sabia o porquê de ser cara. Expus-lhe todos os motivos que levam a que seja uma marca mais cara do que o normal. Ouvi o argumento de que a marca X é mais conhecida do que essa marca e é mais barata. Ok, muito bem. Mas há  respeito. Porque é que as pessoas hão-de criticar tudo? Se é caro é porque é caro e não se justifica. Se é barato é porque é barato e não deve valer nada.
O mesmo acontece em relação ás pessoas. Se fazem uma vida boa é porque tiveram sorte, nunca porque trabalharam. Se é uma mulher a singrar é porque anda com alguém que leva a tal e não por mérito próprio.
É triste. A sério que me entristece este tipo de gente. Há espaço para todos. Cuidem da vida de cada um. Deixem os outros. Se lutarmos tanto pelo que é nosso quanto se critica o que é dos outros haveria pessoas muito mais felizes.




Bom dia e boa semana!

sexta-feira, 23 de junho de 2017

S.João

Junho é mês de santos populares, o Santo António já lá vai mas hoje é noitada de S. João.
Segundo sei, o S. João é festejado com mais ênfase aqui na zona Norte - corrijam-me se estiver enganada - e aposto que já há muita gente a pensar no que vai vestir logo à noite para a sardinhada e depois a noitada.

Eu sou apologista de que noite de S. João é para estar o mais confortável possível. É dia de sardinhadas, muitas das vezes come-se de pé, quem come nas barraquinhas dos arraiais anda muito até encontrar onde jantar por isso o ideal é andar à vontade.
E claro, a famosa noitada em que se fazem km a andar rua acima, rua abaixo de martelinho na mão.
Por isso mesmo deixo-vos algumas inspirações do que vestir nesta noite quente de S. João.







Eu , considerando que vou directa do trabalho para uma sardinhada optei logo de manhã por vestir uns jeans, uns top branco e as minhas stan smith verdes.  Sei que vou andar muito, porque assim o foi todos os anos embora a folia já tenha diminuído e já não há a loucura de só me deitar as 6 da manhã.





E vocês, já tem planos para o S. João? Festejam? Contem-me tudo!!


Bom dia!
É sexta-feira!

quarta-feira, 21 de junho de 2017

terça-feira, 20 de junho de 2017

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Agradecer será sempre pouco

Se há realmente heróis neste pais são sem dúvida os bombeiros.
Se há alguém a quem temos que homenagear, a quem temos que bater palmas é aos bombeiros. Homens e mulheres que enfrentam as gigantes chamas em troco de muito pouco ou até mesmo de nada quando falamos dos voluntários.
Homens e mulheres que muitas vezes saem de casa sem saberem se voltam.
Que enfrentam temperaturas elevadíssimas, que vem as chamas acima de si. Que tentam salvar tudo e todos. Seja uma pessoa, seja um animal.

É por isso que me custa ver e ouvir pessoas a criticarem os bombeiros. Eles fazem o que podem e o que não podem. Eles combatem incêndios dias a fio, na maioria das vezes com material já velho. Quantos deles combatem incêndios já magoados. Cheios de fome e cansados.
No ano passado, quando o fogo também andou ás portas de casa da minha avó vi carros de bombeiros chegarem de outros focos de incêndio. Vi uma bombeira descer do auto-tanque com um pé ligado e a coxear. Ela continuava ali, pronta para a luta.
Foi então que um bombeiro se aproximou de mim e me perguntou: "menina, vila cova é o nome da aldeia, é o lugar, é o que?" e eu respondi-lhe que vila cova era o nome da aldeia que fazia parte do concelho de Barcelos. Foi aí que ele me respondeu "sabe, nós somos do Alentejo". Senti um murro no estômago e fiquei calada por segundos. Apeteceu-me abraçar aquele bombeiro mas apenas lhe consegui dizer "obrigada".
Perguntei-lhe se os podíamos ajudar de alguma forma, pediu-me cafés e água e foi o que lhes demos. Minutos depois entraram fogo dentro.

Por isso, aqueles que criticam que os bombeiros não vieram, não quiseram saber, eu acredito que o desespero é grande, mas lembrem-se sempre que eles não chegam porque não querem. Não chegam porque não podem.
E desculpem se o que vou dizer possa parecer agressivo, mas quantos dos que criticam apoiam os bombeiros durante o ano? Quantos são sócios dos bombeiros? Não basta criticar quando precisamos deles.

Um bem haja a todos os bombeiros que diariamente arriscam a vida por nós.

Agradecer será sempre pouco!




Bom dia!

domingo, 18 de junho de 2017

Pedrogão Grande

Foi com as piores notícias que todos nós acordamos hoje de manhã. Os cenários dantescos que tantas vezes vimos nas tvs de fogos na Australia aconteceram aqui no nosso Portugal. Vidas foram roubadas quando tentavam viver ao fugir da fúria da natureza. Ontem a natureza mostrou que quando quer é ela que manda. 

Um abraço apertado para aquelas famílias que foram castigadas. Um obrigado enorme aqueles homens que estão no terreno, dia e noite, sem descanso, muitos deles voluntários. Não percam as forças. 

É preciso fazer alguma coisa para que isto não volte a acontecer. Algo tem de ser pensado. Isto não pode voltar a acontecer. 



Planos para hoje! 
Acompanhem tudo no instagram!

Weekend Music


"dance, dance, dance"

sexta-feira, 16 de junho de 2017

 É fim de semana!!

Vamos à praia?

A época de praia está mais do que aberta, as temperaturas estão mesmo a pedir umas idas à praia e à piscina.
Por isso mesmo já ando de olho nos biquínis que andam nas lojas para escolher qual o que vai fazer parte da minha colecção.







Os dois primeiros e as cuecas azuis são da Tezenis. Adoro o azul marinho com motivos naúticos. E aquele tipo de cueca acho que assenta lindamente. 
Já os dois últimos são da MO e as riscas sempre fizeram parte do imaginário praia. Já o coral num corpo bronzeado fica lindo lindo!

E vocês, já escolheram o vosso?


Bom dia Sexta-feira!