segunda-feira, 26 de junho de 2017

O prazer de mal dizer

Se é verdade que o povo português quando é preciso ajudar em cenários de catástrofe está sempre pronto, por outro lado também é verdade que no dia a dia normal tem um prazer enorme em mal dizer.
Em criticar só porque sim .
Em fala só para não estar calado mesmo que não saiba do que está a falar.
Aconteceu-me ontem quando alguém que lido frequentemente fala sobre uma marca que conheço bem e fala sobre o facto de ser cara e não se justificar. Perguntei-lhe se sabia o porquê de ser cara. Expus-lhe todos os motivos que levam a que seja uma marca mais cara do que o normal. Ouvi o argumento de que a marca X é mais conhecida do que essa marca e é mais barata. Ok, muito bem. Mas há  respeito. Porque é que as pessoas hão-de criticar tudo? Se é caro é porque é caro e não se justifica. Se é barato é porque é barato e não deve valer nada.
O mesmo acontece em relação ás pessoas. Se fazem uma vida boa é porque tiveram sorte, nunca porque trabalharam. Se é uma mulher a singrar é porque anda com alguém que leva a tal e não por mérito próprio.
É triste. A sério que me entristece este tipo de gente. Há espaço para todos. Cuidem da vida de cada um. Deixem os outros. Se lutarmos tanto pelo que é nosso quanto se critica o que é dos outros haveria pessoas muito mais felizes.